É uma pergunta que temos nos feito repetidamente. Estas são as razōes da Shimano…

Normalmente estamos predispostos a assumir que rolamentos selados são a melhor opção para qualquer articulação ou mecanismo que gire em nossas bicicletas, por sua
 robustez, porque não ficam com folgas e não necessitam ajuste…, e por isso mesmo muitas vezes nos perguntamos como é possível que a marca líder na bicicleta, a que mais trouxe tecnologia à esta indústria, continue insistindo em utilizar rolamentos convencionais, de esferas e cones ajustáveis, em todos os seus cubos.

Esferas versus rolamentos

A Shimano tem sua explicação: não faz isso porque não queira pesquisar, nem por conservadorismo, comportamentos que não são, como já sabemos, próprios da marca nipônica. A razão está na relação de forças que intervêm em um cubo. As esferas ou rolamentos são submetidos a grandes forças, são intermediários entre nós e nossa bicicleta e o chão que pisamos (pense bem, todo nosso peso passa por essas pequenas peças giratórias). A Shimano afirma que as forças que intervêm nas esferas ou rolamentos são oblíquas, têm certo grau de inclinação devido à combinação das forças verticais e laterais que intervêm nas rodas. Não são, portanto, forças completamente verticais, e por isso as esferas e cones, tal como ilustramos na imagem 2, distribuem mais adequadamente as forças que um rolamento selado convencional, que tem uma distribuição ideal no plano vertical.

Deste modo a Shimano afirma que o sistema clássico de cones e esferas tem mais durabilidade e necessita menor manutenção. Essa é a explicação da Shimano.